Pensando glocalmente: da teoria à ação sobre o racismo sistêmico

Este evento paralelo virtual visa quebrar os silos e abrir caminhos para soluções concretas que são informadas tanto pela pesquisa acadêmica quanto pela pesquisa empírica que acontece em comunidades impactadas.

Maximizando e desafiando a ONU a promover a justiça racial

O que é racismo sistêmico? O que é racismo estrutural? O racismo estrutural e sistêmico contra afrodescendentes (PAD) pode existir em lugares onde o PAD está no poder? Que conversas estão ocorrendo e como essas definições impactam o PAD no terreno e nas comunidades? 

Ouça especialistas (acadêmicos e aqueles que trabalham diretamente com as comunidades) sobre suas definições e pensamentos sobre o racismo sistêmico e estrutural e como o mecanismo (EMLER), ACNUDH e a ONU como um todo podem abordar essa questão de maneira eficaz sem deixar de lado uma discussão mais restrita sobre a violência policial/estatal e casos individuais. 

Este evento paralelo virtual, organizado por UNARC, a Coalizão Antirracismo da ONU, visa quebrar os silos e abrir caminhos para soluções concretas que são informadas tanto por pesquisas acadêmicas quanto por pesquisas empíricas que acontecem em comunidades impactadas.

Este evento, em conjunto com o evento paralelo anterior da UNARC com as famílias dos alvos da polícia, forma um quadro no qual a coalizão aborda as realidades vividas pelos africanos e afrodescendentes. Concentra-se nas comunidades que são diretamente afetadas pela violência policial e pela violência sancionada pelo Estado, ao mesmo tempo em que aborda as causas estruturais e profundas que resultam nessas realidades.

Palestrantes:
  • Urenna Akenke Best (Especialista do WGPSS da Organização dos Estados Americanos – OEA)
  • Sherylle Dass (Diretor LRC África do Sul)
  • Doudou Diène (Ex-Relator Especial sobre Racismo)
  • Mireille Fanon-Mendès France (fundador da Fundação Frantz Fanon)
  • Sara Hamood  (Diretor de Direitos Humanos, Seção Anti Discriminação Racial, Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH))
  • Gay McDougall (Membro do UN CERD)
  • Yvonne Mokgoro (Presidente do Mecanismo de Especialistas para o Avanço da Justiça Racial e Igualdade na Aplicação da Lei)
  • Maria Rafaela Silva (Professor e Ativista de Direitos Humanos) 
Moderador:
  • Ejim Dike, defensor dos direitos humanos da Nigéria  

Assista ao vídeo completo do evento. Disponível apenas em inglês.

Pensando o racismo Glocalmente sistêmico

Faça o download do flyer de evento traduzido abaixo de:

Pensar Glocalmente_ES

Pensando em Glocaly_PR

Penser de Manière Glocale_FR

Compartilhe com os contatos!

Comitê de Planejamento da UNARC (evento paralelo de setembro):

Kayo Moura (LabJaca)

Jamil Dakwar (ACLU)

Siobhan Wills (Universidade de Ulster)

Ojeaku Nwabuzo (Rede Europeia Contra o Racismo)

Alejandro Lanz (Temblores)

Ana Barreto (National Birth Equity Collaborative)

Ulisses Terto Neto (Sociedade Maranhense de Direitos Humanos) 

Salma El Hosseiny (ISHR)

Lamar Bailey (UNARC)

Salimah Hankins (UNARC)

Promover a responsabilidade

Siga nossos passos e receba as últimas notícias de nossos ativistas, mecanismos e ações.

A ONU está chegando aos Estados Unidos

X